Apuama

Avaliação comportamental do crescimento, biomassa e estoques de carbono em espécies de bambu

Resumo

Ações antrópicas vêm provocando atualmente a redução da cobertura florestal em muitas partes do Globo. Como resultado há uma perda de potenciais fontes de matéria prima para a indústria de base florestal e problemas ambientais decorrentes, como o aumento das áreas degradadas e a emissão de CO2 para a atmosfera. Os bambus representam uma importante fonte de matéria prima e possuem um potencial de mitigar problemas ambientais. Contudo, no Brasil estudos experimentais sobre o cultivo de bambus são praticamente inexistentes. Desta forma, o objetivo deste estudo foi avaliar e comparar o desempenho do crescimento de espécies de bambu, sua produção de biomassa e capacidade de fixar carbono.

Para tal, foi avaliado durante um período de cinco anos, por meio de experimento com delineamento em blocos ao acaso, seis espécies de bambu sendo: Guadua chacoensis, Guadua angustifolia, Merostachys skvortzovii, Dendrocalamus asperBambusa vulgaris e Bambusa oldhamii, em quatro blocos. O experimento foi implantado em dezembro de 2008 na Fazenda Canguiri pertencente à Universidade Federal do Paraná, localizado no município de Pinhais, região metropolitana de Curitiba/PR. Avaliaram-se anualmente no mês de abril, a sobrevivência e as variáveis de crescimento da touceira de bambu: área da base, área de cobertura, altura, densidade de colmos, biomassa aérea e estoque de carbono, além das variáveis biométricas do colmo: dcolo (diâmetro do colo), dap (diâmetro à altura do peito) e h (altura do mesmo). Os resultados revelaram que a sobrevivência inicial das espécies estudadas foi satisfatória e similar entre elas.

Contudo, no decorrer do experimento, houve aumento de mortalidade para todas as espécies de bambu, exceto para Bambusa vulgaris, sendo Guadua chacoencis a espécie com maior mortalidade, embora seu crescimento mostrou-se promissor no decorrer do experimento. Observou-se que existem diferenças significativas no desenvolvimento das espécies estudas nas condições encontradas neste estudo. A espécie Guadua angustifolia não se adaptou as condições edafoclimáticas da região, sendo a espécie com menor crescimento. Para Dendrocalamus asper e Bambusa vulgaris seu crescimento, provavelmente, foi afetado pelas baixas temperaturas ocorridas no período do inverno, contudo ambas apresentaram potencial de recuperação. Na avaliação da produção de matéria prima, observou-se por meio da variável biomassa aérea, que a espécie Bambusa oldhamii foi a que obteve maior destaque entre as demais, atingindo estimativas de 76 t.ha-1 após cinco anos de plantio.

Desta forma, com base nos resultados deste experimento, a espécie Bambusa oldhamii foi a que apresentou maior potencial em termos de crescimento entre as espécies de bambu estudadas, com potencial para produção de matéria prima e em projetos que visam à fixação do carbono. Por fim, as espécies Bambusa oldhamii e Guadua chacoensis são indicadas para plantios experimentais críticos, que deverão confirmar as tendências desta pesquisa.

Palavras chave

experimento; sustentabilidade; mitigação; compensação ambiental

Autor

Francelo Mognon

Download

Antonio

Licenciado em Matemática (USP-1974), Engenheiro Agrícola (UNICAMP, 1980), Mestre em Eng. Agrícola (UNICAMP, 1987), Docteur en Sciences du Bois (ENSTIB, Nancy, France, 1994). Possui enorme admiração pela "Dádiva dos Deuses" - o Bambu. Co-autor do livro "Bambu de Corpo e Alma", agora em segunda edição, e administrador do site www.apuama.org, projeto pessoal desenvolvido desde 2009.

Envie comentário

Most popular

Most discussed