Apuama

Norma brasileira para estruturas de bambu

Um dos grandes inconvenientes que ainda impedem que o bambu tenha o mesmo destaque que outros materiais de construção refere-se à ausência de normas brasileiras específicas para utilização estrutural dessa matéria-prima. No entanto, recentemente a comunidade envolvida com o bambu e com suas aplicações deu um importante passo, ao iniciar as discussões sobre a normatização nas aplicações do bambu em estruturas.
No dia 12 de julho de 2017, nas dependências do SINDUSCON – SP, realizou-se a primeira reunião para discussão da Proposta para Criação da Norma Brasileira para Estruturas de Bambu. Estiveram presentes diversos profissionais atuantes nos diferentes setores envolvidos com a cultura, comercialização e utilização do bambu.
Nessa primeira reunião, foram traçadas as diretrizes para a elaboração das normas baseando-se, em uma primeira etapa, em normas similares sobre estruturas de bambu existentes em outros países. Também, à medida do possível, a norma ora proposta apoia-se em norma existente para madeiras – NBR 7190.
Nessa primeira etapa, com a participação voluntária de profissionais e acadêmicos pertencentes a diversas instituições, analisou-se um texto básico preparado pelo Prof. Normando, buscando-se o consenso entre os participantes quanto aos itens abordados.

Lista dos participantes:

Universidade Federal da Paraíba: Normando Perazzo Barbosa.
Universidade Federal de Minas Gerais: Luis Eustáquio Moreira.
Universidade Presbiteriana Mackenzie: Celso Antonio Abrantes; Nicolangelo del Busso e Renato Rodrigues.
Universidade Estadual Júlio de Mesquita – UNESP – Campus Itapeva: Juliana Cortez Barbosa e Elen Aparecida Martines Morales.
Universidade Estadual de Campinas: Antonio Ludovico Beraldo.
Universidade Estadual do Rio de Janeiro – UERJ: Alejandro F. Cieslik.
Universidade de São Paulo, Campus de Pirassununga: Christian Gauss e Juliana Vicente Becker.
Aprobambu: Guilherme Korte, Vitor Hugo Silva Marçal e Ernani Ferreira Alves Jr.
Instituto Edulab: Elson Montagne.
Bambuzhú: Erick Ruiz.
Bioestrutura Engenharia: Frederico Rosalino da Silva.

Demais participantes: Andrea Salomé Lauramillo Bernavides, Cinthia Mayara Geiss e Gustavo P.G. de Oliveira.

Próxima reunião: Dia 13 de setembro, das 08:00-18:00 h, no Mackenzie – SP.

Antonio

Licenciado em Matemática (USP-1974), Engenheiro Agrícola (UNICAMP, 1980), Docteur en Sciences du Bois (ENSTIB, Nancy, France, 1994) - o autor possui enorme admiração pela "Dádiva dos Deuses" - o Bambu. Co-autor do livro "Bambu de Corpo e Alma", agora em segunda edição, e administrador do site www.apuama.org, projeto pessoal desenvolvido desde 2009.

Envie comentário

Most popular

Most discussed