Apuama

Secagem acelerada do bambu e tratamento por calor

A secagem acelerada do bambu pode se mostrar em um grande atrativo para as indústrias que exploram essa matéria-prima. No entanto, comparada com madeiras de densidade similar, a secagem natural do bambu é muito mais lenta, pois a camada externa do colmo (casca) é praticamente impermeável. A migração da umidade ocorre principalmente na direção longitudinal, através dos vasos (poros), sendo muito mais lenta na direção radial, quando a umidade se desloca transversalmente através das pontuações das células parenquimáticas, em direção aos vasos.

A secagem do bambu é uma importante estratégia para agregar valor ao produto. A exemplo das madeiras, alguns bambus apresentam baixa durabilidade natural, quando ficam expostos às intempéries. Os fungos atacam bambus com teor de umidade acima de 20%, enquanto que brocas perfuram os colmos em busca do amido contido nas células parenquimáticas.

Embora existam vários trabalhos e pesquisas desenvolvidas sobre a preservação do bambu, por meio de métodos naturais ou artificiais, ainda não se pesquisou de forma intensa uma forma adequada de se efetuar a secagem acelerada do bambu.

Neste trabalho preliminar desenvolvido na Faculdade de Ciências Aplicadas da Unicamp, sob coordenação do Prof. José L. P. Brittes, estudou-se a secagem acelerada do  bambu, por meio da ação de um concentrados solar, fazendo com que o tempo de secagem seja reduzido, quando comparado com a secagem convencional ao ar livre.

Até o momento, o processo mostrou-se promissor e o progresso do trabalho ocorre normalmente. A pesquisa agora será centrada no desenvolvimento do dispositivo de ajuste do concentrador em relação ao sol, para obter temperaturas mais elevadas e no desenvolvimento da plataforma de secagem, para a criação de um ambiente de melhores condições para a secagem dos colmos.

Em uma próxima etapa, será avaliado se essa técnica seria capaz de degradar fisicamente e/ou quimicamente o amido, de forma a torná-lo imune ao ataque das brocas (Dinoderus minutus).

Link:

secagem-e-tratam

Antonio

Licenciado em Matemática (USP-1974), Engenheiro Agrícola (UNICAMP, 1980), Docteur en Sciences du Bois (ENSTIB, Nancy, France, 1994) - o autor possui enorme admiração pela "Dádiva dos Deuses" - o Bambu. Co-autor do livro "Bambu de Corpo e Alma", agora em segunda edição, e administrador do site www.apuama.org, projeto pessoal desenvolvido desde 2009.

Envie comentário

Most popular

Most discussed